Publicado por: Diéfersom | 16/08/2009

[Review] CLANNAD

Fuuko, Kotomi, Kyou, Nagisa e Tomoyo

Fuuko, Kotomi, Kyou, Nagisa e Tomoyo

Key/Visual Arts; Air Tv; Kanon…

Se alguma das palavras a cima tiver algum significado para você já sabe o que esperar de CLANNAD. Nesse review abordarei de forma conjunta a sequência CLANNAD After History.

Com um estilo bem variado podendo se encaixar basicamente com romance/drama/colegial, porém, com boas doses de comédia. O tipo de relacionamento entre os personagens é o clássico harem em que há poucos, ou um, garoto para uma grande variedade de garotas. Até até tudo na normalidade.

As personagens possuem um carisma próprio. Okazaki Tomoya o protagonista da série é um pouco desleixado quanto aos estudos sendo conhecido como deliquente pelos demais alunos da escola. Furukawa Nagisa é uma garota que possui uma saúde frágil e por isso acabou repetindo o terceiro ano do Ensino Médio. As irmãs Kyou e Ryou Fujibayashi, a primeira extrovertida, super protetora e explosiva; a segunda delicada e introvertida. Ibuki Fuuko uma garota fechada com tamanho e atitudes infantis. Ichinose Kotomi uma gênio que sequer precisa frequentar as aulas para possuir a nota mais alta do colégio, introvertida e com um ritmo “diferente” dos demais personagens. Sakagami Tomoyo uma garota que sonha ser a presidente do conselho estudantil mas possui um historico escolar conturbado de conflito com gangues da cidade.

Esses personagens se encontram na escola Hikarikaza tendo como ponto de referência Tomoya-kun.

Como os demais animes da Key/Visual arts o roteiro se desenvolve por ‘arcos’ de história em que cada um deles representa o desenrolar da história, problemas, questões de alguma das personagens levando à algum ‘arco’ maior onde a grande história da série ganha corpo.

Os personagens num primeiro momento podem parecer comuns, porém cada um deles ganha profundidade e individualidade com o decorrer dos episódios e dos ‘arcos’. Os personagens “secundários” possuem tanto carisma e particularidades que conseguem chamar tanta atenção quantos os “principais”.

CLANNAD aborda basicamente o período escolar e dá conta dos  ‘arcos’ das garotas principais, em After History temos alguns arcos de outros personagens ‘secundários’ da história e o desfecho do arco de Tomoya.

Um dos fatores que sempre chama atenção nas séries da Key/Visual arts são os elementos “secretos” postos no meio dos episódios, e que por um bocado de tempo não fazem muito sentido, mas que ao final da série consegue se ligar de forma genial e surpreendente à trama total.

Impossível prever todas as nuances deste anime. Pode-se saber sim “quem fica com quem” porém isso não é o mais interessante nesse tipo de obra.

Para quem gosta de drama e romance colegial não pode deixar de dar uma olhada em Clannad.

Além dos pontos descritos de história, roteiro e personagens os elementos técnicos como design dos personagens, trilha sonora, traço, animação, cenários… todos eles conseguem um padrão muito acima da média e sem perder qualidade entre os episódios. Normalmente não me atenho à trilha sonora, animação e planos de fundo, mas em Clannad é praticamente impossível não ‘babar’ com o nível dos mesmos. A começar pela música de abertura ‘MeguMeru’ é de enxer os olhos tanto musicalmente quanto nas cenas que se passam enquanto a música toca.

Há um outro elemento que ao meu ver poucos animes utilizam de forma interessante ao fã da série: Ovas e especiais. Normalmente em séries do gênero mostram uma história comum, sem muito sentido apenas para matar a saudade dos personagens. Em CLANNAD cada especial e ova é utilizado para contar um ponto de vista diferente da história. Como um romance harem sabemos que apenas uma das garotas vai ficar com o cara, pois bem, nos especiais e Ovas temos uma pitada do que aconteceria se o personagem principal por um ou outro motivo ficasse com outra das garotas. Para os fãs dos outros personagens é um grande presente.

Nota: 9,5

Anúncios

Responses

  1. […] 2006, Clannad e Clannad After Story. Já comentei sobre Clannad e After Soty em um post anterior (ver review aqui). Para quem jogou os games e assistiu os animes a experiência dos games é mais complexa e […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: