Publicado por: Diéfersom | 15/01/2010

[HQ] Street Fighter

Há algum tempo acompanhei as séries Street Fighter e Legends Sakura do grupo Udon. Essa semana voltei a pesquisar e dei uma lida em Street Fighter II Turbo, Legends Chun Li e parte de Street Fighter IV do mesmo grupo.

Como um fã da série, em especial dos jogos da fase Alpha adorei os quadrinhos.

Acompanhando de modo fiel, com as devidas ‘ajeitadas’, o arco de cada personagem podemos ver sua personalidade, história e desenvolvimento. Por serem em número grande são poucas páginas dedicadas à cada um, mas com uma qualidade e sentimento impressionantes. Para suprir essa ‘espaço’ é que as séries Legends vêm a calhar trazendo especificidades do arco de alguns em especial.

Thunder Hawk e seu pequeno arco

Em Street Fighter temos a construção de várias tramas como o passado de Ryu e Akuma. Ter mais detalhes sobre a Cammy e seus dilemas. A escalada de Bison até ter seu Psycho Power. A série acaba criando mais um clima de preparação para o torneio Street Fighter idealizado por Bison. Craim-se tensões, motivações, provocações a fim de serem desencadeadas no torneio.

Ryu em sua incessável buscar por aperfeiçoamente físco-espiritual

Na série legends, que possuem a história em consonância com Street Fighter e o II Turbo, podemos ver a história específica da Chun Li. Nos volumes correspondentes à Sakura temos um clima mais descontraído de acordo com a personagem. As participações de Dan, Karin, Rainbow Mika, Zangief e Honda-san deram um toque à mais.

Já em Stree Fighter II Turbo temos a preparação e o torneio Street Fighter na Ilha de Bison.

Sem descanso somos apresentados já na fase Turbo à pequenos extras introdutórios de Street Fighter IV que trata sobre uma divisão especial da Shadaloo, a S.I.N. – Núcleo de Intimidação da Shadaloo que faz pesquisas sobre o Satsui no Hadou ou o Hadou negro.

Para quem gosta da fraquia os quadrinhos são quase obrigatórios! Ver os arcos que aparecem de forma separada nos games unidos e coexistindo é imperdível. Para quem não conheçe a trama dos jogos não tem problema. Os quadrinhos conseguem ter uma autonomia, em termos de entendimento sobre as histórias e motivações pessoais. Street Fighter mostra que é mais do que porrada, Adúguens/Tréc-Tréc-Túguêm e meia luta prá frente e soco. Uma história cheia de particularidades, sentimentos, motivações interessantes e ótimos personagens. Design e desenhos muito bem executados em todas as sagas do quadrinho tendo diferenças entre si, mas que servem para trazer uma variedade que só vêm à somar.

Altamente recomendado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: