Publicado por: Diéfersom | 16/01/2010

[Game] Street Fighter IV

Já que comentei das HQ’s de SF, resolvi, então, comentar do game que dá continuação ao nosso clássico SFII. Novamente eu comentando sobre um tópico que já não é mais novidade! Enquanto comento sobre SF IV todo mundo já fala de Super SF IV. Não é problema prá mim!

Tive a oportunidade de jogar em um XBox, em especial no modo arcade prá tentar ‘virar’ o game com um amigo. Então escrevo sem ter jogado exaustivamente e sem ser um grande jogador, mas sim um simples apreciador que não joga tanto quanto o Daigo.

O primeiro detalhe é: porque não uma continuação ou atualização do SFIII? Não que seja um problema mas o game trouxe alguns personagens interessantes como Ibuki, Duddley, Elena, Hugo, Makoto, Necro, Oro e os irmãos Yun e Yang Lee. O chefe não me pareceu tão legal. Mas porque ‘abandonar’ essa possível sequência? Fica a interrogação.

Em contraste com as questões acima dá prá dizer que foi uma decisão acertada trabalhar com os personagens já conhecidos. Os 12 personagens clássicos estão disponíveis tendo o acréscimo de quatro personagens selecionáveis: El Fuerte, Rufus, Viper e Abel. O vilão me agradou tanto quanto o Gill…

 

Velhos conhecidos

Rufus e El Fuerte resgatam personagens engraçados, mas que não chegam à ter uma jogabilidade tão reduzida como Dan Hibiki. El Fuerte está, ao meu ver, para a Rainbow Mika da série Alpha. Gostei muito da participação de algum do estilo de luta mexicano de “Lucha”! Não que vá ser uma grande opção de jogo, mas ainda acho que um dos pontos positivos que Street Fighter sempre teve foi o de trazer várias nacionalidades e suas particularidades de combate, nisso El Fuerte, ao meu ver, agrega. Rufus vêm para ser um obcecado por ser o lutador principal dos EUA, ou seja, encher o saco de Ken.

 

Viper e Abel completam o time. Abel com a tentativa de entender mais sobre si mesmo e seu passado, ele busca na Shadaloo a resposta para sua falta de lembranças e grandes habilidades de combate. Já Viper tem um arco mais misterioso, está a serviço da S.I.N. organização paralela à Shadaloo, mas ao mesmo tempo deixa indicações que sua lealdade está em outro ‘lugar’. Seu estilo de luta é um pouco diferente do habitual recorrendo á alta tecnologia prá gerar descargas elétricas e chutes flamejantes. Não gosto muito desse tipo de ‘apetrecho’ mas a história dela compensa.

Ter mantido os personagens já é uma maneira de manter o público confiante, já que criar a continuação de um jogo tradicional de luta 2D num sistema que permitem tantas variáveis como os novos consoles é uma cartada no escuro. Porém, além da manutenção dos personagens também encontramos uma boa fusão dos recursos e jogabilidade já conhecida através destes anos. O sistema de luta foi mantido bem como a velocidade, sistema de golpes, visual e etc. Por trás da alta tecnologia e visual atualizado para um 3d o que temos é o bom e velho Street Fighter. Algumas novidades foram adicionadas como o sistema de Ultra e Especial diferenciados: um conseguido da maneira normal, ou seja, batendo; a outra barra é carregada quando você apanha.

 

Design mais musculoso dos personagens

 

Eu era um dos que não acreditava que depois de tanto tempo, e tanta diferença de tecnologia, a franquia ainda pudesse se manter agradável para os old school. Mas ficou. SFIV é um bom jogo tanto para quem cresceu jogando no Fliperama de Rodoviária ao som de Adúguêm e Tiger Robocop como para quem não sabe quem é Ryu e Bison ainda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: