Publicado por: Diéfersom | 17/08/2010

Semana saudosista

Foi uma daquelas semanas com a cara de ‘já estive por aqui antes’. Impossível não ficar saudosista lendo Dragon Ball Z e jogando Donkey Kong Country. Aliás, não lembrava que os games do DK eram tão legais. Como este primeiro DKC foi o que eu menos joguei a sensação de novidade com um game clássico é impagável. E, como eu não havia lido o mangá de DBZ por completo e na sequência correta ainda, a dupla de clássicos acaba fazendo com que a semana tenha aquela cara de início da década, até com ares de 90’s.

Sobre Dragon Ball, o que mais me chamou atenção nessa leitura foi a aventura. Incrível como o Toriyama não deixa a peteca cair. É um corre prá lá, se esconde daqui, acha, rouba, perde, luta, treina. Não só de lutas vivem os guerreiros Z, isso eu já sabia. Mas não lembrava que, por exemplo, a saga Freeza era cheia de voltas e reviravoltas.

E, também, alguns personagens que não me despertavam interesse como o Trunks, ou mesmo o Vegeta que me dava ‘raiva’ começaram a me descer melhor. Perceber a participação dos humanos de várias maneiras torna a coisa mais agradável também. Uma das reclamações clássicas, que também já foi minha, é que os humanos foram deixados de lado. No quesito luta sim, mas é em uma sequência de quadrinhos que praticamente passa desapercebido que vemos a importância dos humanos. Por exemplo o pai da Bulma sempre dá as caras como um personagem de suporte, juntamente com a Bulma, nas questões tecnológicas.

Prá completar a sensação de passado terminei de assistir Hokuto no Ken 2. Tudo bem que prá mim é uma tremenda novidade esse anime, mesmo que seja lá dos anos 80. Fica aquele misto de sensação de novidade com clássico, novamente sem preço. A série perde o embalo da ‘fase clássica’, e nem tinha como ser diferente. Mas gostei de ver a coragem do autor em colocar elementos realmente novos e que praticamente mudam o rumo da história. É exatamente por esse motivo que Hokuto no Ken 2 merece ser visto.

E há algumas semanas li Yu Yu Hakusho. Engraçado, faz uns 3 ou 4 anos que eu assisti Yu Yu Hakusho pela primeira vez. Ou seja, minha experiência com a série sempre foi tardia. Atrasada. Legal perceber a complexidade de alguns personagens, em especial dos vilões.

Prá completar a semana ainda teremos um evento de anime aqui no estado, o AnimeRS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: